/curiosidades

Projetos de elevadores: saiba especificar

Redação Portal AECweb

Com o passar dos anos, os elevadores foram equipados com novas tecnologias que conferem mais segurança e velocidade ao transporte de pessoas e objetos. A grande questão é: que aspectos o projeto deve considerar na hora de especificar o modelo adequado?

Cada situação pede um elevador diferente. Existem os elevadores de passageiros, unifamiliares, panorâmicos, de carga, de automóvel e de maca, além das plataformas para acessibilidade. Para identificar o tipo e a quantidade necessária, o ideal é que o projeto avalie as características técnicas do empreendimento, como altura e dimensão da laje, padrão do edifício, população a ser transportada, entre outras. Por exemplo: quanto mais pessoas passam pelo local, mais rápido deverá ser o elevador para diminuir o tempo de espera.

Crédito: (shutterstock.com/maxbelchenko)

Tipos de elevadores

Passageiros: utilizado em prédios comerciais, corporativos e residenciais, esse é o tipo mais comum de elevador. Como o próprio nome diz, é indicado exclusivamente para o transporte de pessoas. Possui diversas velocidades e tamanhos de cabine.

Unifamiliar: adequado para residências e pequenos prédios, diferencia-se do elevador de passageiros pelo tamanho menor e velocidade reduzida. Geralmente, conta apenas com o botão de chamada de descida no lado externo.

Carga: ideal para o transporte de materiais pesados, o elevador de carga requer um piso reforçado, pois grande parte do peso aplicado é concentrado em apenas um ponto da plataforma. É importante ressaltar que ele é diferente do elevador de serviço, normalmente destinado ao transporte de passageiros.

Funcionalidades

Para locais com grande quantidade de elevadores, é possível acrescentar o recurso de antecipação de chamada. Essa função elimina a botoeira no interior da cabine. O usuário seleciona o andar desejado na botoeira do pavimento, permitindo que o equipamento distribua os usuários de acordo com seus destinos, reduzindo o tempo de espera.

Para ambientes corporativos, é possível incorporar um dispositivo para o controle de acesso. Esse sistema permite que determinados usuários acessem um andar específico ou, até mesmo, um grupo de andares.

Existem, ainda, diversas tecnologias que facilitam a manutenção do elevador, como controle e monitoramento via microcomputador, acesso remoto para diagnóstico, entre outros.

Crédito: (shutterstock.com/blurAZ)

Normas Técnicas

A regulamentação dos elevadores varia de acordo com o local, seguindo os Códigos de Postura Municipais. Porém, todos seguem as normas brasileiras, como a NBR 5.665 – Cálculo do Tráfego nos Elevadores, a NBR NM 207 – Elevadores Elétricos de Passageiros – Requisitos de Segurança para construção e instalação – e a NBR 5.666 – Elevadores Elétricos Terminologia.

 

comentários

[fbcomments]

posts relacionados

Logo AECweb

AECweb é o maior portal de conteúdo, relacionamento e negócios para empresas e profissionais da Arquitetura, Engenharia e Construção. Saiba mais

Boletins e Informativos

Fique informado e mantenha-se atualizado com os Boletins e Informativos do Portal AECweb.

Cadastre-se e receba gratuitamente o melhor conteúdo especializado em arquitetura, engenharia e construção.

Assinar
Mais serviço. Mais parceria
AECweb

O maior portal de conteúdo, relacionamento e negócios para empresas e profissionais da Arquitetura, Engenharia e Construção.

Construmanager

A plataforma online mais completa e funcional para Gestão de Projetos e Obras no setor da Arquitetura, Engenharia e Construção.

Construcompras

O único sistema de comércio eletrônico entre empresas especializado no setor da construção civil.

Rede de Obras

O principal sistema de informações sobre projetos e obras residenciais, comerciais, industriais e de infraestrutura em andamento no Brasil.

© 1999 - 2017 . Todos os direitos reservados.
www.e-Construmarket.com.br