/fora do expediente

Você sabe como moram os maiores nomes da arquitetura contemporânea?

Eles marcam presença nas principais metrópoles mundiais. Em centros empresariais, conjuntos residenciais, projetos esportivos ou espaços culturais, os traços desses profissionais são inconfundíveis e causam admiração global. Os arquitetos Shigeru Ban, Mario Bellini, David Chipperfield, Massimiliano e Doriana Fuksas, Zaha Hadid, Marcio Kogan, Daniel Libeskind e Bijoy Jain abriram as portas de suas respectivas casas para Francesca Molteni e Davide Pizzigoni mostrarem se a vida realmente imita a arte.

O Salão do Móvel de Milão de 2014 trouxe ao mundo a intimidade, a organização e a sutileza desses oito profissionais no documentário “Onde Vivem os Arquitetos”. Acerca da curiosidade de seus admiradores, Francesca reuniu uma série de depoimentos sobre seus hábitos de viver e trabalhar, gostos, manias e obsessões. O resultado foi surpreendente!

Bijoy Jain
De longe, ninguém diria que é a casa de um arquiteto, muito menos de Bijoy Jain, o indiano que comanda um dos maiores escritórios de arquitetura da Ásia, o Studio Mumbai. Após muitos anos morando nos Estados Unidos, Jain voltou a sua terra natal, onde construiu uma vila onde vive, trabalha e compartilha esse paraíso com mais 60 artesãos.

Bijoy_Jain_1

Bijoy_Jain_2

Bijoy_Jain_3

Daniel Libeskind
Vencedor do concurso que elegeu o arquiteto que projetaria o novo World Trade Center –, Daniel Libeskind fez seu refúgio no centro da incansável Nova Iorque. É com essa palavra “refúgio” que Francesca define a residência de Libeskind: “Relativamente escasso, o apartamento bem iluminado conta com algumas cadeiras de Le Corbusier, uma mesa de café, mesa de trabalho e muitos, muitos livros”.

Daniel_Libeskind_1

Daniel_Libeskind_2

Daniel_Libeskind_3

David Chipperfield
Apesar de inglês, David mora em Berlim e construiu uma casa para lá de italiana. Depois de ser convidado para restaurar e reconstruir o Neues Museum – reinaugurado em 2009 – consolidou-se no distrito de Mitte. O prédio de concreto e com amplas janelas compila em três pavimentos sua casa repleta de móveis italianos, seu ateliê e uma cantina que serve de ponto de encontro para os moradores locais.

David_Chipperfield_1

David_Chipperfield_2

Marcio Kogan – (Veja também na Galeria da Arquitetura)
A geometria e amplitude dos projetos do brasileiro e diretor do Studio MK27, Marcio Kogan, refletem na jovialidade e tradição de seu apartamento. Localizado no décimo segundo andar de um edifício – projetado por ele mesmo aos 27 anos de idade –, no bairro de Itaim Bibi, em São Paulo, o local abriga uma porção de excentricidades, como um piano de cauda multiúso e estantes repletas de brinquedos, bijuterias e outras inspirações.

Marcio_Kogan_1

Marcio_Kogan_2

Mario Bellini
A casa do arquiteto e design milanês comprova que quem trabalha com arte traz milhares de referências consigo. No caso de Bellini são realmente milhares, isso porque a principal “atração” de sua casa, localizada em Milão, é uma estante de livros de 9 metros que ele diz servir de inspiração. Construída no século 19 e reformada por Piero Portaluppi, a casa traz um contraste contínuo do antigo com o atual através de murais abstratos e coloridos ao lado de muitos objetos de época.

Mario_Bellini_1

Mario_Bellini_2

Mario_Bellini_3

Massimiliano e Doriana Fuksas
Nascidos em Roma, os arquitetos Massimiliano e Doriana escolheram o famoso espaço residencial Place des Vosges, em Paris, para viver. No apartamento onde a palavra de ordem é elegância, destacam-se mobílias e alguns objetos de decoração do renomado design e arquiteto Jean Prouvé e obras de arte de Lucio Fontana e Mimmo Paladino. Com luminosidade abundante, o estilo minimalista também remete a um refúgio familiar.

Massimiliano_ e_Doriana Fuksas_1

Massimiliano_ e_Doriana Fuksas_2

Shigeru Ban
Prêmio Pritzker 2014, o japonês Shigeru Ban é a cara da arquitetura contemporânea. Famoso pelo uso inteligente de papelão em suas obras, seu foco principal é sempre a integração do design com a natureza. Na sua casa, construída na floresta Hanagi, no Japão, seu principal desafio foi “derrubar uma só arvore do bosque” para que o lugar fosse totalmente integrado aos elementos naturais ao redor. Com cortes ovais, a residência recebe generosas quantidades de luz natural além de pouquíssimos objetos. Como Francesca define, é “residência de um monge zen”.

Shigeru_Ban_1

Shigeru_Ban_2

Zaha Hadid
Não poderia faltar um dos maiores símbolos femininos na arquitetura, Zaha Hadid. Seu loft, em Londres, possui muitos elementos idênticos a suas criações. Amplo, claro e com objetos decorativos curvilíneos, o local abrange diversas fases da carreira icônica da iraquiana e obras de El Lissitzky e Malevich.

Zaha_Hadid_1

Zaha_Hadid_2

Crédito/fonte da foto: Globo
Fonte do post: Exame, Globo e Casa Mix

comentários

[fbcomments]

posts relacionados

Logo AECweb

AECweb é o maior portal de conteúdo, relacionamento e negócios para empresas e profissionais da Arquitetura, Engenharia e Construção. Saiba mais

Boletins e Informativos

Fique informado e mantenha-se atualizado com os Boletins e Informativos do Portal AECweb.

Cadastre-se e receba gratuitamente o melhor conteúdo especializado em arquitetura, engenharia e construção.

Assinar
Mais serviço. Mais parceria
AECweb

O maior portal de conteúdo, relacionamento e negócios para empresas e profissionais da Arquitetura, Engenharia e Construção.

Construmanager

A plataforma online mais completa e funcional para Gestão de Projetos e Obras no setor da Arquitetura, Engenharia e Construção.

Construcompras

O único sistema de comércio eletrônico entre empresas especializado no setor da construção civil.

Rede de Obras

O principal sistema de informações sobre projetos e obras residenciais, comerciais, industriais e de infraestrutura em andamento no Brasil.

© 1999 - 2017 . Todos os direitos reservados.
www.e-Construmarket.com.br